voltar
  • milho_pedro_revillion_palacio_piratini_1_750x440
28.10.2019 • Milho

Milho: segunda-feira segue com perdas na Bolsa de Chicago

As desvalorizações seguem presentes para os preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT) nesta segunda-feira (28). As principais cotações registravam quedas entre 1,50 e 2,50 pontos por volta das 12h14 (horário de Brasília).

O vencimento dezembro/19 era cotado à US$ 3,84 com queda de 2,25 pontos, o março/20 valia US$ 3,95 com desvalorização de 2,25 pontos, o maio/20 era negociado por US$ 4,02 com perda de 2,00 pontos e o julho/20 tinha valor de US$ 4,08 com baixa de 1,50 pontos.

Segundo informações da Farm Futures, os preços do milho estão mais baixos, levando os contratos futuros de dezembro a um teste de baixa de duas semanas.

“Embora a colheita continue mais lenta que o normal, a pressão de hedge foi suficiente na semana passada para manter o mercado à deriva, porque as notícias sobre a demanda são escassas”, diz o analista sênior de grãos Bryce Knorr.

Para o analista, “o milho aumentará ou diminuirá com base na extensão dos danos causados ​​pelo clima nesta estação incomum de crescimento, porque a demanda permanece lenta”.

B3

A bolsa brasileira também opera contabilizando perdas nesta segunda-feira. As principais cotações registravam quedas entre 0,28% e 0,71% por volta das 12h20 (horário de Brasília).

O vencimento novembro/19 era cotado à R$ 43,08 com queda de 0,71%, o janeiro/20 valia R$ 43,20 com perda de 0,58% e o março/20 era negociado por R$ 43,00 com desvalorização de 0,28%.

Em seu reporte diário, a Agrifatto Consultoria apontou que, o expressivo recuo do dólar na última semana se refletiu em alívio para os preços do cereal no mercado físico, mas também afastando a ponta vendedora de novas negociações.


“Na última sexta-feira, a queda de 0,91% para o dólar colocou a moeda norte-americana em importante suporte de preços, com fechamento em R$ 4,007. Na última semana, a queda acumulada ficou em 2,7%”, dizem os analistas.

Fonte: Notícias Agrícolas